TRANSCRITO DA REVISTA "ORTODONTIA", ÓRGÃO OFICIAL DA SOCIEDADE PAULISTA DE ORTODONTIA - Ano VIII - N 55; JULHO/AGOSTO/SETEMBRO, 1998.


UMA ENTREVISTA DO PROF. LAURINDO F. FURQUIM

Entrevistador: Dr. Cléber Bidegain Pereira, C.D.

1) Qual a principal vantagem de uma Conferência ser apresentada usando-se recursos da Informática ?

Estimado amigo Dr. Cléber, acredito que a principal vantagem é a capacidade de arquivamento. Geralmente o tempo concedido para as conferência é escasso e  deve ser bem aproveitado. Principalmente num Congresso  desta  magnitude que é o da SPO ( perspectiva de comparecimento de 4000 congressistas e centenas de conferências).
A informática permite, atualmente com boa qualidade, o arquivamento de milhares de "slides" com total segurança e comodidade de locomoção. Permite ainda, uma vez compilados,  elaborar de maneira organizada e dinâmica uma apresentação elucidativa e agradável.

2) Você afirmou que a principal vantagem é a capacidade de arquivamento. Poderia nos indicar outra ?

Sim. É a possibilidade de ministrar uma palestra interativa. O que não é possível com um projetor convencional. Rotineiramente, os palestrantes discorrem sobre o tema proposto e no final da palestra, esclarecem as dúvidas pertinentes. Estes esclarecimentos finais normalmente  ficam  empobrecidos com a impossibilidade do uso insubstituível da imagem, porque os carrosséis já usados,  foram retirados dos projetores e devidamente guardados.
Darei um exemplo, a conferência que estou preparando para este simpósio. Pretendo mostrar a experiência clínica com 100 casos de distalização de molares superiores nos quais utilizei o distalador alternativo Jones-Jig.  Este recurso relativamente recente da Ortodontia contemporânea,  não  possui  vasta bibliografia e por isto, merece uma discussão em um simpósio importante como este.

3) Você não respondeu como  fará isto.

Farei a palestra em três partes. A primeira parte abordará indicações, contra indicações, efeitos colaterais, iatrogenias, extrusões e etc.  A Segunda parte será dedicada para mostrar alguns casos clínicos previamente selecionados. E, finalmente, o momento esperado, a platéia sugere o tipo de caso clínico que deseja observar. Estes casos clínicos estarão devidamente indexados com unitermos e serão prontamente mostrados, assim que solicitados.

4)  Me de alguns exemplos de quais casos clínicos a platéia poderá sugerir ?

Classe II esquelética, com apinhamento superior, que necessite um alinhamento rápido, para facilitar a mordida em cêra construtiva para o uso de Ortopedia Funcional.  Perfil convexo, com perda precoce de molares decíduos e molares permanentes mesialisados. Classe II sub divisão.  Classe II em adultos que rejeitam o uso de AEB, jovens não cooperativos, enfim, serão 100 casos que estarão a disposição da platéia, arquivados em apenas um CD ROM.

5) O que a Dental Press vem realizando na Informatica ?

O uso que a Dental Press faz da informática vêm alcançando  níveis elevados.  O último investimento da instalação da Intranet da empresa.
O objetivo é possibilitar que varias pessoas acessem os documentos comuns a outros departamentos e que o uso do e-mail  torne-se um elemento rotineiro, somado a possibilidade de comunicação de correio de voz entre os diversos departamentos da Dental Press.
Já há muito tempo as publicações em Ortodontia da Dental Press são produzidas eletronicamente com elevado grau de autonomia. A digitação, tradução, revisão e diagramação da revista são feitas com o uso de computadores e diversos softwares. Este acervo possibilitou que nosso site pudesse ser oferecido como um dos mais completos em pesquisa científica e clínica de nosso pais.
Nossos sites na intenet, o www.dentalpress.com.br e o www.ortodontista.com.br,  inaugurados nos últimos meses vêm conseguindo efetivar este processo de informatização dos departamentos e serviços da Dental Press. Usamos  plataformas Mac e Pc, todas em rede, com sistemas operacionais e periféricos, como  impressoras a laser, jato de tinta, discos de alta capacidade de armazenamento a scanners, conseguindo-se comunicar sem problemas e, recentemente, aprimoramos nosso sistema de armazenamento de dados adquirindo um gravador de CD-Rom. Na parte Administrativa, contamos com os conhecidos
softwares de planilhas e editores de texto. Destinados a administração
financeira e comunicação comercial, além de inúmeros software bancários - usados on-line e via Internet.
Também estamos preparando uma nova abordagem para o uso de banco de dados, hoje locada e produzida integralmente por nós. Que constantemente faz uso da Intranet para implantação de novas bases sejam de simples listas de profissionais até artigos produzidos e apresentados em Congressos mundiais.
Usamos softwares aprovados pela UNESCO na indexação de artigos, livros, separatas, autores, pesquisas e periódicos em nossa biblioteca de onde prestamos serviços a comunidade odontológica nacional. Todas as aulas de nossos cursos em ortodontia são preparadas utilizando computadores, desde o tratamento de imagens para slides até  a revisão das apostilas pelos professores.
Grande parte da mudança no uso da informática na Dental Press está relacionada as possibilidades de integração. Através de redes como a Internet e nossa Intranet, todas as informações publicadas na revista, nas apostilas dos nossos  cursos, na indexação de obras em nossa biblioteca, no envio e recebimento de e-mail, etc.  São efetivamente responsáveis por toda a qualidade que a nossa empresa apresenta na comunicação ortodôntica