PAGINA DE ESCLARECIMENTO
QUANDO INICIAR UM TRATAMENTO ?

O propósito desta página é apresentar alguns casos típicos e dar, em linhas gerais, o seu planejamento principal.

NOTA: As conclusões serão referentes ao caso em questão. Sua corelação com casos semelhantes é da responsabilidade de quem os correlaciona.

CASO N0 1

 
 
 
Idade: 6 anos e 5 meses

Balance esquelético de protrusão da maxila e retrusão da mandíbula devido ao corpo mandibular ser pequeno. Molares em Classe I - Incisivos verticalizados. Ressalte incisal discreto. Sobremordida incisal. Bom feche labial.


RECOMENDAÇÃO DO CONSULTOR: Prof. Dr. Kurt Faltin Júnior.

Eperar um ano e fazer nova avalição. Como há bom feche labial, há boas probabilidades de que o caso melhore sem nenhum tratamento.


VEJA OS VALORES DE 52 CASOS, DO ESTUDO LONGITUDINAL DO BURLINGTON GROWTH CENTRE, DA UNIVERSIDADE DE TORONTO, NOS QUAIS OBSERVA-SE DIMINUIÇÃO SIGNIFICATIVA DE ANB, SEM TRATAMENTO  
 

             CASO N 2 

  
  16/08/95
25/08/97
Data nascimento do paciente 17/06/85

É surpreendente que aos 10 anos está paciente mostrava os seus segundos molares em posições normais. Dois anos depois o 37 apresenta-se com seu longo eixo na horizontal. Porque ?

Plano de tratamento: Iniciar imediatamente. Não há terceiros molares, portanto todos os esforços devem ser feitos para verticalizar o 37. Melhor iniciar agora, enquanto sua rizogênese não está completa. Sabemos que a rizogênese irá formar um ângulo, mas, é preferível isto do que esperar. Quando mais tarde será ainda mais difícil a verticalização. Pretendemos usar como ancoragem não só o 36 como também os superiores. Certamente este molar ficará extruído no final do tratamento. Ainda assim é válido o intento. Há sobre-passe incisal, o que será favorecido com a extrusão do 37. Também poderá recorrer-se a desgaste oclusal. No meu entender, qualquer coisa é válida para verticalizar este dente.

                               AGUARDO SUA MANIFESTAÇÃO