Expansões Indevidas

Caso típico em que teriam de ter sido feitas 4 extrações de prémolares.
O caso foi tratado com expansão, com aparelhos móveis, apregoando-se que "hoje não se fazem mais extrações..."
 
 

INICIAL
Telerradiografia inicial - 08/02/96
Incisivo inferior em boa posição
1- NB = 5 mm.
Discreta protrusão dos Incisivos 
superiores, mau feche labial.

 
INICIAL
Presença de terceiros molares.
Severo apinhamento dentário.

 
Durante 3 anos, foram expandidas as arcadas superior e inferior, tanto no  
sentidotransversal quanto póstero-anterior.    
O  resultado está  nas  imagens que seguem:
Fotografias  - Julho 1999 - Depois de 3 anos de expansão com aparelhos móveis. Caninos 
inferiores  ( 33 e 43 ) e Incisivo central inferior direito ( 41 )  com retrações gengivais.
Como está claro, ainda faltaria expandir muito para conseguir o espaço necessário ao alinhamento 
total da arcada dentária inferior. Se agora os dentes já estão fora de suas bases ósseas, tanto no
sentido transversal quanto incisivos protruídos, como seria se continuasse com a mesma mecânica ?

 
Cefalograma atual - Julho 1999 
Os incisivos inferiores foram 
protruídos 4 mm. 
1- NB = 5 mm. Iniciais
1- NB = 9 mm. Atual

 
 
 
 
 
Ao iniciar o tratamento os incisivos inferiores estavam normais, apenas 1 mm. a mais, do
que os 4 mm., sugeridos por Steiner.
Três anos de expansão e os incisivos inferiores estão com 9 mm.  Foram protruídos 4 mm.
Foi transformado em uma protrusão incisal que impede o bom feche labial normal.
                                                    1- NB = 5 mm. Iniciais
                                                    1- NB = 9 mm. Atual
           A arcada superior foi expandida + 7 mm                         A arcada inferior  foi expandida + 8 mm 
Na arcada dentária inferior houve expansão postero-anterior de 4mm. e  expansão transversal de 8 mm.
Mesmo assim os dentes ainda estão muito apinhados e não há espaço para os terceiros molares.
 
 
Presença de terceiros molares. Se fosse conseguido 
corrigir o apinhamento, os terceiros molares teriam 
de ser extraídos.  Portanto o caso seria de extração.
Esta  expansão,  tão  danosa  para  o paciente, igual 
seria um caso de extrações.


       Caso de uma jovem com 17 anos.


Dois anos e meio de expansão. Os dentes 
foram tirados de suas bases ósseas. 
As raízes dos caninos e incisivos inferiores 
estão com dois terços sem cobertura óssea. 
Podem ser vistas por transparência.
A retração gengival nos caninos superiores 
é uma temeridade. 
Toda este prejuízo para dizer que o caso 
é feito sem extrações, sendo que agora é
necessário extrair os quatro terceiros
molares....

 
 
Quatro anos de tratamento.  Foram feitas 4 extrações de prémolares, expansão 
e o paciente apresenta, protrusão incisal, apinhamento e tem mau feche labial. 


 

                    Workshop sobre Expansões e Distalamentos 

                         Extrações Não Extrações em Ortodontia 

                         EXTRAÇÕES NÃO EXTRAÇÕES ( conferência Buenos Aires )
 

                        Expandir ou não expandir ? 
 

                        Conteção para toda vida ? 
 

                    Casos clínicos de expansão indicada 
 
 

                         Contenção para sempre    
 

                         Ruga da boca - Manifestação do Prof. Capelozza