Rendo homenagens ao meu Grupo de Estudos AB


 

COMPONENTES DO GRUPO DE ESTUDOS AB


Elio de Maria 
Cléber Bidegain Pereira
Gerval de Almeida
Hector Viale 
Jairo Corrêa
José Carlos Elgoyhen
Manoel Fornari Sanches
Newton de Castro 
Raul Otaño Antier 
Román Santini 
Rubens Tosi
Sebastião Interlandi
Sergio Gonçalvez 

O Grupo AB realizou a sua primeira reunião nos dias 30 de abril, 1 e 2 de maio de 1970, na cidade de Uruguaiana. Outras reuniões foram realizadas em diferentes locais do Brasil e Argentina. As reuniões eram privativas dos componentes do Grupo. Porém, todo o intercâmbio acontecido depois era difundido largamente, visto que a maioria dos componentes do Grupo eram professores ou lideres associativos, tanto na Argentina quanto no Brasil. Foram realizadas duas reuniões abertas ao público, uma em Buenos Aires e outra em São Paulo, ambas com grande interesse e alta produtividade.


Clique na imagem para tê-la ampliada
Primeira reunião do Grupo de Estudos, AB (Argentina-Brasil) 1970.
       Primeira reunião do Grupo
         Primeira reunião do Grupo
        Reunião em Buenos Aires 
 
       Reunião em Buenos Aires no ano de 1982
 Reunião aberta do Grupo AB, realizada na Sociedade Argentina de Odotodontia.

UM POUCO DA HISTÓRIA DO GRUPO AB


Foi no ano de 1963, quando aconteceu a PRIMEIRA SEMANA PIRACICABANA DE ORTODONTIA, em Piracicaba, São Paulo. O Dr. Román Santini era um dos dois convidados principais, ditando curso sobre Cefalometria Radiográfica. Naquela ocasião, encontrou um numeroso e atento público. Ele, quem em nosso meio vinha sendo um dos precursores da Cefalometria, emocionou-se profundamente com tanta reciprocidade e interesse. Em seu regresso, quase de imediato, escreveu-me confessando seu entusiasmo e o desejo de ampliar o dialogo sobre a filosofia e interpretação dos números que a Cefalometria nos oferece. Suas palavras foram: " hay mucho más en el tintero.... ". Acrescentando depois: " Pensé que podriamos reunir um grupo pequeño, con los cuales compartiriamos nuestras inquietudes. Deberíamos un dia reunirmos en un grupo así .... ". Foi aí que nasceu a primeira idéia do Grupo de Estudos AB
( Argentina - Brasil ). Não tardou mais que alguns meses, quando Santini, Elio de Maria, Tosi e Otaño, regressavam de um Congresso em Posadas, no flamante avião pilotado pelo Comandante Dr. Otaño Antier. Ao passarem por Alvear, disse Santini: " Y que tal se llegamos a Paso de los Libres, cruzamos a Uruguayana y damos uma sorpresa a Cléber ? " A concordância foi unânime e rápida. Otaño, célere, entrou em contato com a torre de Paso de los Libres, obteve permissão para pouso e iniciou os procedimentos de descida. Quase em um abrir e fechar de olhos, estavam os quatro, com sorrisos nos lábios e caras de "pícaros", batendo em minha porta, perguntando: " El Doctor Cléber está ? Necesitamos que nos saque una muela...". Imediatamente improvisei um assado, o vinho foi aberto e correu fácil. Depois da segunda garrafa do bom vinho, ficou estabelecido que, de Uruguaiana, só partiriam no dia seguinte. A conversa estava boa demais para que fosse interrompida pela pressa. Não me lembro de outra surpresa tão inesperada e agradável em minha vida. Depois das risadas e da conversa descontraía e inconseqüente, vieram as considerações filosóficas e os planos para criar um grupo de estudos, composto de brasileiros e argentinos, os quais trocariam informações, em alto nível, e estabeleceríam maior intercâmbio científico, na área da ortodontia, entre o Brasil e Argentina. Entre o planejamento e a execução foi só um passo. Foram escolhidas as pessoas certas e o Grupo funciona, até hoje, ainda que mutilado por Deus, que nos levou seis dos mais fascinantes companheiros, inclusive, o brilhante e fantástico Santinie e depois o inquebrantável Elio de Maria.
Posso avaliar o quanto foi benéfico para mim o Grupo AB. Por ser o menor de todos, em sabedoria e inteligência, cresci consideravelmente no convívio com estes homens maravilhosos, de alto patamar científico e filosófico. Estou convicto de que todos os demais também enriqueceram-se, seja no intercâmbio de idéias ou na sadia e profunda amizade que se formou. Como integrante e coordenador do Grupo AB, sinto-me constrangido em avaliar suas realizações no intercâmbio científico e associativo da Argentina e Brasil. Porém, considerando-se que os componentes do Grupo AB, exceto eu, eram professores em Universidades ou Associações, Presidentes de Congressos e líderes de entidades associativas, aqui e lá na Argentina, é fácil concluir que a riqueza do grupo foi divulgada e difundida engrandecendo os nossos universos.
Cléber Bidegain Pereira.
 
 


 

REUNIÕES DO GRUPO DE ESTUDOS AB
I Encontro: em 1970, em Uruguaiana / RS
II Encontro: em 1972, Buenos Aires
III  Encontro: em 1974, Caxias do Sul / RS
IV Encontro: em 1976, Uruguaiana / RS
V Encontro: em 1980, Buenos Aires
VI Encontro: em 1982, Buenos Aires
VII Encontro: em 1988, Buenos Aires - Reunião Aberta
VIII Encontro: em São Paulo, 1992 - Reunião Aberta



 Tradução em espanhol 
Veja homenagem póstuma à Santini: 

Orbituário do saudoso Elio de Maria

Título de Professor Emérito para Prof. Interlandi