TRANSCRITO DA REVISTA "ORTODONTIA", ÓRGÃO OFICIAL DA SOCIEDADE
PAULISTA DE ORTODONTIA - No 60 - Out./ Nov./Dez. 1999.


 
 
 
 
 

Dissemina-se, cada vez mais, a transmissão de imagens na Internet. A interatividade da informação, enriquecida com as imagens, complementam-se imprescindivelmente. Todos sabemos, uma imagem vale mil palavras.
A divulgação de conhecimentos, a troca de idéias e consulta sobre casos clínicos, vem sendo utilizada com crescente freqüência na Internet.
Urge estabelecerem-se parâmetros que orientem a preparação e remessa destas imagens complementos da informação. Assim sendo, o  Departamento de Informática da Sociedade Paulista de Ortodontia sugere, para transmissão de Casos Clínicos, os padrões e procedimentos que seguem.

1- As imagens devem ser anexadas as mensagens na Internet, em formato JPG, recortadas e redimensionadas com o máximo de 60 KB cada uma. Seis imagens ( três intra-orais e três da face ) podem ser reunidas em uma só imagem. A altura padrão sugerida, para uma imagem como está, é de 250 pixels.
                          
 

  Esta é uma boa imagem para ser  
transmitida na internet.  
Tem o mínimo  de tamanho que  
possibilita a visualização  do que  
se pretende mostrar.  
Altura = 250 pixels  
Bites =  48 KB.
NOTA: O  programa Adobe Photoshop, presta-se com eficiência   para colocarem-se várias imagens
em um só arquivo.  Também  com  o  Corel Draw é possível fazer isto.

                 Clique aqui para Informações detalhadas deste procedimento 

2 - Os textos podem ser anexados em formato DOC ou simplesmente inseridos nas mensagens.

3 - Imagens muito pequenas, podem ser inseridas nos arquivos DOC, como alternativa para mostrar suas localizações no texto no lugar adequado. Porém estas imagens devem ser reduzidos a um tamanho mínimo, apenas o suficiente para que sejam identificadas, com as imagens em maior tamanho, remetidas em separado.
 
 

  Estas imagens ainda podem ser  
menores do que neste exemplo,  
pois apenas  tem a finalidade de  
indicar a sua localização no texto. 
Imagens maiores, inseridas em  
arquivos DOC, criam arquivos  
demasiadamente grande para 
serem tansmitidos na Internet.
 
 
  Nos casos com muitas imagens, 
mesmo que sejam pequenas, irão  
aumentar demasiado o tamanho 
do arquivo DOC. Então sugere-se 
que se insiram "caixas de textos"  
(ou tabelas) com o número da  
figura correspondente. 
 
 

4 -  Além das imagens intraorais e da face, devem fazer parte da documentação:
4.1 imagens da radiografia panorâmica
4.2 imagem do cefalograma.
4.3 Protocolos cefalométricos , os quais podem ser remetidos como uma imagem ou como texto, neste último caso ocupam bem menos espaço ( menor número de bites ).
 
 

  A imagem da Radiografia Panorâmica deve ser 
pequena. Apenas o suficiente para que se observem 
os detalhes mais importantes, como  posição dos  
terceiros molares, dentes impactados, ausências 
congênitas etc.
 
 
  O Cefalograma pode conter o traçado de alguma análise  
ou simplesmente revelar os contornos anatômicos.
 
  Protocólos Cefalométricos podem ser  
remetido como uma imagem ou como texto.  
Neste último caso ocupam menos  
espaço ( tem menor número de bites).
 

5 - Em acordo com as peculiaridades de cada caso podem ser remetidas outras imagens especiais. Porém, sempre com o menor número de bites, compatível com a clareza da informação que se deseja transmitir.
 
 

6  - Textos e imagens podem também ser transmitidos em formato HTML. Ver links em baixo.
 

Clique no botão para ver um exemplo de  caso clínico na homepage da SPO. 
Este arquivo HTML tem  14 KB e as imagens que o acompanham somam 
120 KB.
 
                                           

NOTA:  É oportuno ressaltar que ao transmitir arquivos HTML deve-se mandar  as imagens que nele foram inseridas.  Os arquivos HTML não incorporam as imagens nele inseridas.



                                 Transmissão de Imagens na Internet    

 
                                 Como fazer uma homepage 

                                Editar arquivos HTML 
 

                                Detalhes da Edição de arquivos HTML  
 
                                Imagens na Internet e  homepages 

                                Imagens Digitais na Odontologia