TRANSCRITO DA REVISTA "ORTODONTIA", ÓRGÃO OFICIAL DA SOCIEDADE PAULISTA DE ORTODONTIA - N 51; SETEMB./OUT.,1997
Atualizado em 20/11/98

A INTERNET
Dr. Cléber Bidegain Pereira, C.D.

O fim do século passado e este século, que agora finda, foram tão ricos em avanços sociais e científicos, que não se pode atribuir primazia a uma ou outra das conquistas, e invenções, que vieram beneficiar a humanidade. Ressalta, no entanto, o terreno das comunicações, o qual proliferou de tal forma que vem, junto com os transportes, transformando o mundo, assombrando sociólogos, e a todos nós, com a rapidez que está impulsionando à globalização cultural.

A Internet, que se popularizou recentemente, constitui um fantástico e fascinante meio de transmissão da informação. Oferece múltiplas possibilidades, ampliadas a cada dia pelos avanços tecnológicos e a criatividade de seus usuários. E são tão múltiplas, estas possibilidades, que seu conhecimento geral escapa às limitações daqueles, que, como eu, se restringem ao seu universo profissional, familiar e um pequeno círculo de amigos.

Um dos últimos avanços da tecnologia na Internet, que se difunde agora, com preços baixos e facilidades de instalação, é a câmara de TV miniatura e programas específicos ( muito simples), permitindo a comunicação multimídia. Nos níveis técnicos populares, que chegam para nós, a imagem e o som ainda são imperfeitos para uso profissional. No entanto, servem, sobejamente, para encontros virtuais da família, permitindo a comunicação com gastos de chamada telefônica local. Para aqueles que já têm uma linha telefônica e o computador, o acesso à internet é extraordinariamente simples, basta acrescentar o fax-modem, um programa e conectar-se a uma Servidora (*). Tudo sem problemas de instalação, custos elevados ou dificuldades no aprendizado.

A troca de mensagens na Internet,  suplanta os velhos Telex e FAX, por não utilizarem chamadas telefônicas interurbanas e a facilidade de anexar imagens, com qualidade. Nos faz lembrar o tempo, não longínquo, em que as mensagens eram transportadas por pessoas, entre nós chamadas de "próprios". A troca de mensagens pessoais evoluiu para os chamados "chat roon", endereços, na internet, onde se realizam reuniões virtuais para debates de assuntos variados. A maioria destas salas de reunião estão abertas para qualquer pessoa, basta escolher o tema que for de seu agrado e entrar com uma mensagem manifestando o desejo de participar. Outros "chat roons" podem abordar assuntos profissionais e ser restritos a determinados grupos.

Está sendo largamente usada, na área profissional, os grupos de estudos ou consultorias virtuais. A imaginação humana vem criando diversas formas de intercâmbio científico, na internet, proporcionando uma abertura ampla para a troca de conhecimentos e experiências. A transmissão de imagens, estáticas ou em movimento, enriquece e facilita o entendimento. Mais do que nunca impõe-se o dito: "uma imagem vale mil palavras".

Na odontologia e na ortodontia, existem vários grupos de estudos e debates virtuais, o que constitui um orgulho para nossa profissão, pois demonstra que estamos na linha de frente, buscando a informação da maneira mais avançada na atualidade.

Através da Internet possibilita-se a pesquisa em grandes centros de informações. Ás bibliotecas, os museus, as instituições, abrem suas portas para a consulta de dados. Uma pesquisa bibliográfica, tarefa tão difícil, a pouco tempo atrás, agora torna-se imensuravelmente abrangente e fácil, graças à Internet.

Além dos bancos de dados gerais, que são muito eficientes, existem bancos de dados específicos para determinadas áreas, como nosso caso, para a área de saúde. Alguns destes, como o "Paper Chase", que consulta a Universidade de Boston, cobram uma pequena taxa, insignificante pelo alto serviço que presta.

As homepages difundiram-se extraordinariamente. A presença da Odontologia nesta área, é altamente significativa. Já neste momento, as homepages são um meio de divulgação e intercâmbio que está sendo largamente utilizado, tanto na área comercial quanto científica. São muito eficientes para transmitirem imagens para consultas e troca de informações entre profissionais.

No início, só transmitíamos mensagens na Internet. Agora, cada vez mais, juntamos imagens. Com isto passamos a sentir a pouca velocidade que a Internet tem atualmente, as imagens demoram para serem transmitidas, quando são grandes ou muitas. Está velocidade de transmissão será grandemente aumentada em futuro próximo. Já iniciam a serem utilizados outros meios de transmissão, como antenas via satélite direto. 

São estas algumas notícias da Internet, que não podem ser ignoradas. O seu uso faz parte do mecanismo da vida moderna e é indispensável para acompanhar a velocidade cultural de nossos tempos.


(*) Hoje todas as cidades, mesmos as pequenas, já têm uma Servidora. A pouco tempo atrás, quando eu iniciei na Internet, não haviam Servidoras no Brasil. Associei-me a uma nos EUA.