EM PUBLICAÇÃO NO JORNAL DA SOCIEDADE PAULISTA DE ORTODONTIA  - DEZEMBRO 2005

 

REVISTA VIRTUAL

 

Com o propósito de divulgar a riqueza dos arquivos digitais na Odontologia,  um grupo de CDs fundou em 1986,  a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE USUÁRIOS DE COMPUTADORES NA ODONTOLOGIA (ABUCO) ¹  ².  Hoje, passados pouco mais de 20 anos, os arquivos digitais disseminaram-se, em todas as atividades humanas, nos quatro cantos do planeta Terra.  As vantagens desta sistemática impuseram-se de forma irreversível e inquestionável.

 

No Brasil, seguindo o caminho internacional, a legislação ofereceu as ferramentas para a autenticação e legalização dos arquivos digitais ³  e o CFO 4 reconheceu a validade dos prontuários digitais. Atualmente, em Congressos e cursos é raro encontrar slides a moda antiga. Os Centros de Documentação cada vez mais produzem arquivos digitais originais, tanto radiografias quanto fotografias e transformam-se em, grandes e seguros,  armazéns da documentação Odontológica. Acontecimentos que nem mesmo os pioneiros da ABUCO sonhavam....

 

Prenunciam-se grandes modificações para as revistas científicas.  Estas, como a revista da SPO, atingiram a excelência, tanto em conteúdo como em arte gráfica, em parte graças à composição computadorizada.  Porém, a produção científica da Odontologia cresceu imensuravelmente. Cursos de especialização, mestrado e doutorado, oferecem,  em crescente produção, preciosa e maravilhosa contribuição cientifica, a qual não encontra, por falta de espaço físico,  abrigo nas revistas impressas. Urge incremento das Revistas Virtuais.

 

Por muito tempo estaremos ainda impregnados da Cultura Papel, e as Revistas Impressas continuarão a fazer seu papel esplendoroso nas comunicações científicas.  
No entanto as vantagens das Revistas Virtuais são inquestionáveis.  A iniciar que elas podem ser impressas e lidas em papel por aqueles que assim o desejarem.

Não há parâmetros nem paradigmas, as Revistas Virtuais impõem-se pelo baixo custo, espaço ilimitado e disseminação universal instantânea.

Há ainda outras vantagens preponderantes, como a possibilidade de chamadas para maiores explicações, as quais podem ficar “escondidas”, possibilitando que o texto principal seja mais conciso. Clicando com o mouse aparecem, com por encanto, toda a riqueza de informações adicionais que o autor desejar inserir  5 e 6. 

Mais ainda, a bibliografia citada pode estar, também, a disposição do estudioso ao clicar do mouse 6.

 

Quanto à garantia de autoria, as Revistas Virtuais podem ser registradas na BIBLIOTECA NACIONAL - MINISTÉRIO DA CULTURA  - Escritório de Direitos Autorais 7 em forma de CD-R ou impresso em papel, passando a ter o mesmo reconhecimento autoral do que as Revistas Impressas.

 

O Presidente da Academia Brasileira de Odontologia, Prof. Dr. Placidino Guerrieri Brigagão criou a Revista Virtual, da Academia, a qual está sendo indexada 8

 

Configura-se assim mais um avanço dos arquivos digitais na ciência odontológica. Mergulhemo-nos com afinco nestes caminhos.

 

Cléber Bidegain Pereira

Laura Maria Pereira Moraes

 

1 - http://www.cleber.com.br/histor2.html

2 - http://www.cleber.com.br/advento.html

3 - http://www.cleber.com.br/lega.html

4 - http://www.cfo.org.br/index.htm

5 - http://www.acbo.org.br/revista/revista/simposio_lingua/cleber/

6 - http://www.acbo.org.br/revista/revista/simposio_lingua/cleber/sistematica.html

7 - http://www.acbo.org.br/revista/