INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA NA ORTODONTIA
EDITORA PANCASTE
Autor:
Dr. Cléber Bidegain Pereira
Colaboradores:
Dra. Ana Lúcia Pereira Brandi
Dra. Laura Maria Pereira Moraes
Dr. Mário Wilson Corrêa

        Dr. Carlos Rodrigues Júnior
Este livro é a evolução de apostilas que se destinaram aos meus cursos, na SOCIEDADE GAÚCHA DO ORTODONTIA, SOCIEDADE PAULISTA DE ORTODONTIA, SOCIEDADE ARGENTINA DE ORTODONTIA, CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO PARANÁ, SANTA CATARINA, UNIVERSIDADE DE MARINGÁ E UNIVERSIDADE DE MAIMÓNIDES, EM BS. AIRES.
Agora pretende ser um preambulo e estímulo para aqueles que desejam fazer o aprendizado na manipulação de programas utilizados na odontologia.
Cléber

PREFÁCIO
Dr. Milton F. de Andrade Silva (*)
Era o ano de 1982, tempo frio e nevado na cidade de Toronto, Canadá, quando encontrei pela primeira vez um senhor, já grisalho, alegre e extremamente entusiasmado com tudo o que falava sobre odontologia. Seu nome, Cléber Bidegain Pereira.
Certamente o vinho que tomávamos na casa do Dr. Fernando Tomé, nos tornava um pouco extrovertidos. Aos poucos fomos nos tornando amigos. Naquele tempo, eu falava sobre Cariologia e ele sobre Ortodontia, seus amigos de especialidade, suas alegrias, seus estudos antropológicos com os índios Yanomamis e principalmente de sua convivência com outras pessoas dos diversos rincões deste planeta. Não me lembro de Cléber ter feito nenhuma referência deselegante sobre qualquer outra pessoa. Cléber é o que podemos chamar de cavalheiro.
Em 1985, retoma o mesmo ao Canadá, desta vez por 6 meses. Por esta época já nos interessávamos por computação. Durante este período já havia escrito um livro sobre cefalometria básica e continuava interessado, como nunca, no crescimento e desenvolvimento das estruturas crânio-faciais, motivo pelo qual fez esta segunda viagem, a fim de pesquisar no material do Burlington Growth Centre. Desta visita resultaram alguns dos trabalhos que publicou nos anos seguintes.
Saiu do Canadá reconhecido e respeitado por todos do Departamento de Ortodontia da Universidade de Toronto. Drs. Popovich e Woodside, nomes mundias desta especialidade, sempre se referiram a ele com admiração e, acima de tudo, com muito respeito.
Incansável, foi um dos fundadores da Associação Brasileira de Usuários de computadores em Odontologia (ABUCO), da qual foi o primeiro presidente. Daí passou a desenvolver um trabalho pioneiro de grande profundidade no Brasil. Entusiasta em tudo, passou a compartilhar suas experiências com amigos mais próximos. Iniciou uma série de cursos por este Brasil afora e, progressista, foi incorporando às suas experiências novas tecnologias, scanners, placas de captura de imagens, cameras de vídeo, etc.
Organizou e coordenou os três primeiros Simpósios de Informática na Ortodontia e Ortopedia Maxilar, inseridos nos Congressos da Sociedade Paulista de Ortodontia. Hoje podemos dizer que este livro sobre informática Aplicada à Ortodontia é o resultado de todas estas atividades desenvolvidas nos últimos 11 anos. É um guia prático que visa orientar os profissionais de odontologia a obterem as vantagens da tecnologia. Mais que um livro, é uma lição de vida. Tenho certeza que a qualidade do trabalho o fará útil para todos os seus amigos, admiradores e qualquer pessoa que deseje, ortodontista ou não, aprender um pouco com a imensa experiência do Dr. Cléber em utilizar racionalmente os recursos da informática.
Parabéns mais uma vez, Cléber !
* Especialista e Mestre em Saúde Pública pela USP. PHD em Odontologia Preventiva pela Universidade de Toronto Pós Doutoramento de Biologia Oral e Odontopediatria pela Universidade de Glasgow.

LEIA-ME

Ao invés do título INTRODUÇÃO, estou usando "Leia-me", uma expressão idiomática que se emprega na informática como introdução. Parece ser um pouco mais incisiva ou persuasiva, sugerindo que é importante sua leitura para o bom entendimento do que segue. INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA NA ODONTO-LOGIA propõe-se a abordar alguns aspetos elementares dos computadores, oferecendo conhecimentos mínimos para que os Odontólogos, especialmente os Ortodontistas, fiquem habilitados para aprender a manipular os computadores e programas utilizados em nossa área. Se eu fosse mais corajoso, ou menos criterioso, poderia colocar " MÍNIMOS E SUFICIENTES ... " Poderia dizer que são suficientes, porque cada vez simplifica-se mais o manejo dos programas para aqueles que desejam apenas operar o computador como usuários, dei-xando aos técnicos a configuração e manutenção dos equipamentos e sistemas. Desde a chegada do Windows, os coman-dos deixaram de ser digitalizados com palavras e siglas, para serem executados em linguagem gráfica, com ícones e caixas de diálogo, onde é apenas necessário clicar com o mouse na opção desejada. Isto veio facilitar grandemente a vida do usuário inexperto, o qual ficou dispensado de decorar uma infinidade de fórmulas e siglas. Além disto, já existem programas que se auto-configuram, em acordo com o equipamento em que estão sendo instalados. Este livro foi escrito buscando oferecer informações específicas de interesse de odontólogos. Tem o propósito de ser singelo. Usa linguagem de fácil entendimento. Sem intenções literárias, aborda os computadores apenas no que é indispensável para o odontólogo como usuário, que se vale das vantagens destas máquinas como ferramentas de trabalho. Eu poderia vasculhar a bibliografia, pedir a colabora-ção de técnicos e apresentar maiores informações. Porém, estaria extrapolando, misturando coisas simples que mais nos interessam, com coisas que não nos interessam tanto. Isso constitui um perigo para o bom entendimento daquilo que é essencial. Quem desejar aumentar seus conhecimentos em informática poderá buscar livros técnicos, os quais se encon-tram, em nossas livrarias, com profusão de quantidade e qua-lidade. Àqueles que pela primeira vez investem nos computa-dores, recomendo que iniciem a leitura deste livro pelo último capítulo: o Glossário. Aí encontrarão um memorial de pala-vras, expressões e siglas utilizadas na informática, indispen-sáveis ao entendimento destas máquinas maravilhosas que tomam o nome genérico de computadores. No texto deste livro são apresentadas em negrito as palavras relacionadas no glossário. Sem constrangimento, quero contar-lhes que eu sei pouco de informática. Nem de longe posso ser considerado um experto. Sou, isso sim, um usuário avançado de informá-tica aplicada na ortodontia ou, pelo menos, um colega com experiência acumulada em mais de 10 anos com os computa-dores em odontologia. Confesso meus poucos conhecimentos em informática, para que possam perceber, muito nitidamen-te, que é possível manipularem-se os computadores sem conhecê-los em profundidade. Por outro lado, eu, particular-mente, sinto necessidade de ter maiores conhecimentos, principalmente na configuração dos sistemas. Com a intenção de investigar, constantemente estou mudando equi-pamentos e programas, ficando na dependência da ajuda de outros. Entretanto, tenho a convicção de que aqueles que não pretendem investir em pesquisa, como eu venho fa-zendo, não precisam constantemente mudar equipamentos e programas, não necessitando muito além dos conhecimentos básicos aqui oferecidos. As máquinas em geral, exceto os laptops e note- books, podem ser modificadas trocando-se alguns de seus compo-nentes por outros mais avançados. Desta forma, melhora-se seu desempenho. Os programas evoluem e, periodicamente, novas versões são oferecidas pelos fabricantes, por preços razoáveis (*). Praticamente acabou aquela incerteza: não vou comprar hoje porque amanhã vai aparecer coisa melhor... O melhor de hoje pode ser o melhor de amanhã, basta manter equipamentos e sistemas atualizados. Mas, para isto, é importante que, de início, se escolham equipamentos e progra-mas adequados, que possam ser perseguidos, em sua evolu-ção. Orientar esta boa escolha é uma das finalidades e pro-posições destes escritos, tarefa que não é difícil. As máquinas já não constituem mistério e seus conhecimentos básicos estão ao alcance do usuário individual. Os programas de utilidade genérica, atualmente utilzados na odontologia, já estão mais ou menos definidos. Programas específicos naci-onais, atendendo às nossas individualidades nas diferentes áreas da odontologia, encontram-se com qualidade extraordi-nária, um orgulho para nós brasileiros. Um dos propósito deste livro é servir de preâmbulo para os cursos de INFORMÁTICA APLICADA NA ODONTOLOGIA, onde a ciência odontológica utiliza-se dos recursos da informática.

( *) É costume cobrarem apenas uma taxa de atualização. Porém, algumas empresas, exigem que se entregue o manual e a embalagem original da versão anterior.


Dedicatória:

Às minhas maravilhosas netas: Maria Fernanda, Juliana e Luiza, continuadoras de meu viver, com todo o amor do mundo, dedico este livro fazendo votos de que continuem mexendo nos computadores com o mesmo entusiasmo e alegria com que o fazem agora.


Veja lançamento do Livro