CASO CLÍNICO - "MORDIDA ABERTA"


RESUMO

Casos com "mordida aberta" são sempre difíceis de tratar.  Quando se tem oportunidade de iniciar o tratamento cedo, há boas probabilidades de êxito. O processo alveolar acompanha os dentes e as disrelações verticais esqueléticas podem ser compensadas  1 e 2 .  Em adultos casos semelhantes são cirúrgicos 3 .

INTRODUÇÃO E DESCRIÇÃO

INICIAL - Nas fotografias e no diagrama Cefalometria observa-se severa mordida aberta. Paciente com 10 anos e 3 meses  (  fotografias e radiografias em 1 de março 99 ). 
Momento em adiantada fase do tratamento ortodôntico, em que se conseguiu fechar a mordida aberta anterior e ainda trabalhava-se, com gomas inter maxilares, para fechar a mordida nos segmentos laterais.
Fase em que se conseguiu fechar a mordida aberta, com aceitável transpasse vertical, no segmento 
anterior e  lateral esquerdo. O segmento lateral direito ainda apresentava alguns espaços verticais. 
Todos  os  espaços  verticais  fora finalmente
fechados. Deixamos os aparelhos colocados 
por 10 meses, como contenção. Revisando o 
caso primeiro de 2 em 2 meses, depois de três
em  três  meses.   Contando  o  período  de 
contenção, foram 40 meses de tratamento.
    Final, quando foram retirados os aparelhos
Fotografias finais,  em  que  foi vencido  o  grave problema vertical existente. A mordida aberta foi totalmente fechada.  No  segmento  anterior os  Incisivos  Laterais  estão  discretamente  mais extruídos que os Incisivos Centrais. Mesmo indo contra a estética, preferiu-se deixar assim pois o grande problema era fechar a mordida. Ter transpasse Incisal, quanto mais melhor.   Molares, premolares e caninos em Classe I  e a mandíbula  bem colocada em Relação Cêntrica.  Um bom resultado. 

Recidiva:
Lamentavelmente este caso agora apresentou severa recidiva e estou buscando a causa. No meu entendimento, o acontecimento é multifatorial: crescimento desfavorável, irrupção dos terceiros molares e língua.
A bibliografia é rica no tema Recidivas de Mordida Aberta, inclusive há comentário na entrevista com o Prof. Kurol, na última Revista de Ortodontia da Dental Press ( Julho/Agosto 2005 ).
Aceito referência de trabalhos a respeito, as quais possa somar a  bibliografia que tenho.  Também aceito, de bom grado, comentários sobre este caso e semelhantes.
Ficarei agradecido em trocar informações a respeito.  Desejo críticas e sugestões.
Meu e-mail < cleber@cleber.com.br>

Informações radiográficas, comentários cefalométricos iniciais e tele pós recidiva


Referências Bibliográficas

1 - Severa discrepância esquelética compensada pelo processo alveolar ( casuística Burlington )

2 - Severa discrepância esquelética compensada pelo processo alveolar ( crânios Sambaquis )

3 - Caso de "mordida a aberta anterior", em adulto, com tratamento cirúrgico