SIMPÓSIO: OCLUSÃO A.T.M.
SOCIEDADE PARANAENSE DE ORTODONTIA
9 DE OUTUBRO DE 1984
 
PONTO DE VISTA ORTODÔNTICO - CLÉBER BIDEGAIN PEREIRA
 

 1) Para a boa saúde do Sistema Estomatognático, é importante a harmonia entre as ATMs e a articulação dos dentes em Oclusão Cêntrica e Oclusão Dinâmica.

 2) Nas dentaduras naturais, entende-se que esta relação é harmoniosa quando: A) A Relação Cêntrica coincide com Oclusão Cêntrica ou tem discrepância, longitudinal, não maior do que 2 milímetros. B) Nos movimentos de lateralidade, há contato em grupo no lado de trabalho e inoclusão em balanceio. C) Nos movimentos de protrusão, há contato em grupo dos dentes anteriores e inoclusão dos posteriores.

 3) Uma boa Oclusão Cêntrica, em acordo com os padrões clássicos de Normo Oclusão, pode apresentar interferências indesejáveis em Oclusão Dinâmica.

 4) Interferências indesejáveis em oclusão, não obrigatoriamente geram síndromes de disfunção da ATM. Nos movimentos funcionais da mandíbula, sempre que possível, o indivíduo evita estas interferências.

 5) A harmonia entre ATMs e oclusão cresce de importância com o nível de tensão emocional do indivíduo. A boca é local preferencial de descarga emocional e, nos movimentos para-funcionais, o indivíduo busca as interferências isoladas.

 6) Dependendo do nível de tolerância do indivíduo, as       desarmonias entre ATMs e oclusão provocam disfunção em um ou mais dos elementos do sistema: ATMs, musculatura paradêncio.
 

 7) Este nível de tolerância pode ser físico ou emocional, porém, preponderantemente é emocional.

 8) Na dentadura atricionada pela hiper-mastigação, o desgaste oclusal fisiológico proporciona esta harmonia, adaptando as faces oclusais, em acordo com os movimentos mandibulares guiados pelas ATMs. (1) (2) (3) (4) (5)

 9) No tratamento ortodôntico, freqüentemente, é necessário o ajuste oclusal por desgaste artificial, durante e após o tratamento.

10) Na dentadura do homem atual, com hipo-mastigação, o desgaste oclusal fisiológico não ocorre. É necessário obter esta harmonia com tratamento ortodôntico e/ou desgaste artificial.

11) No tratamento ortodôntico, recomenda-se, sistematicamente, a bandagem dos 2° molares para que não se perca o controle sobre eles. Freqüentemente são os segundos molares quem interferem, indesejavelmente, em balanceio.

12) Ocorrem síndromes de disfunção intrínsecos a ATM com variadas etiologias: congênita, hormonal, injúrias, etc. e, também, por desarmonia oclusal. Mais comumente a disfunção é no menisco articular. Porém, a grande maioria das chamadas disfunções da ATM, com etilologia oclusal, não são propriamente na ATM,  são na musculatura do aparelho mastigador.

13) A ATM, como todas as articulações móveis, sofrem modificações funcionais. É necessário, desde cedo, resguardá-la de situações desarmônicas.
 


1 - Manifestação de Sicher, A & Brul, E. Lloyd

2 - Ranfjord, S.

3 - Neiburger, E. J.

4 - Dawson, Peter E.

5 - Pereira, C.B.

Editorial do Prof. João Baptista