CLÉBER BIDEGAIN PEREIRA

Conclusões de pesquisas nos índios Yanomamis, crânios de Sambaqui e índios Lenguas (1) (2) (3)

" Estou convicto de que o desgaste oclusal fisiológico é quem proporciona a perfeita coincidência entre a Oclusão Cêntria e a Relação Cêntrica, como também os movimentos de lateralidade da mandíbula sem interferências indesejáveis. "

“O homem, através dos tempos, vem mudando toda a sua maneira de viver. Isso vem ocorrendo de forma progressivamente e assustadoramente rápida. A evolução física e psicológica do homem, nem de longe acompanha a sua evolução cultural, o que ocasiona uma incapacidade psicossomática para enfrentar o meio em que vive.”

“OCLUSÃO CÊNTRICA: Oclusão Cêntrica (OC) é a posição intercuspal de máximo contato entre as arcadas dentárias -  uma boa oclusão cêntrica terá contato de todos os dentes vizinhos e antagônicos, sem interferências isoladas que provoquem desvios da mandíbula - uma má oclusão cêntrica poderá ter contato de apenas uns poucos dentes.”

“RELAÇÃO CÊNTRICA: Relação cêntrica (RC) ou posição retrusiva de mandíbula é a situação dos côndilos nas Cavidades Glenóides, quando eles ocupam a posição mais superior e posterior. Daí o côndilo parte para todos os movimentos possíveis, exceto para trás e para cima.”

“É imprescindível, para o bom funcionamento e saúde do Sistema Estomatognático (SE) que haja perfeita coordenação entre as ATMs e a articulação dos dentes. Sob o ponto de vista fisiológico, uma oclusão ideal seria aquela em que os dentes tomam posição de máxima interscupidação tendo os côndilos em posições ideais e simétricas nas Cavidades Glenóides e, partindo dessa posição, a mandíbula possa realizar movimentos contactantes sem interferências isoladas.”

“Os conflitos entre OC e RC ocasionam, via regra, problemas no SE. Seja no periodonto, na musculatura ou na ATM propriamente. Estes problemas são híper agravados com os movimentos para-funcionais.”

“Os conflitos entre OC e ATM, quando há unicamente movimentos funcionais, causam problemas no periodonto ( trauma oclusal ). A mandíbula busca a sua melhor posição, sem colidir com as interferências.”  Porém, quando surgem movimentos para-funcionais ( bruxismo ) então as interferências oclusais indesejáveis são buscadas e causam problemas nas ATMs

“A experiência clínica tem demonstrado que disrelação entre OC e RC, quando é de leve protrusão SIMÉTRICA ( PIM ) e perfeitamente tolerada pelo ES. No entanto, quando a disrelação é lateral ( PIL ), mesmo pequena, provoca disfunção.”

“As Cavidades Glenóides apresentam grandes variações morfológicas, enquanto que as cúspides dentárias nem sempre acompanham exatamente estas variações. Isso ocasiona que mesmo dentaduras posicionadas em acordo com os princípios básicos da oclusão, não sejam perfeitamente balanceadas em oclusão dinâmica. Somente a atração oclusal fisiológica é capaz de “modelar” as arcadas dentárias, com absoluta perfeição, permitindo a total coordenação dinâmica entre a oclusão dentária e as ATMs. Daí concluímos que a oclusão ideal é aquela encontrada nos homens com híper mastigação, que apresentam intenso desgaste oclusal fisiológico. ( Não confundir com desgaste ocasionado por movimentos para- funcionais ).

“A evolução cultural do homem foi tão rápida nos últimos dez mil anos que não houve tempo para ocorrerem adaptações morfológicas que seriam necessárias para acompanharem as mudanças fisiológicas. O SE, exceto a musculatura e o osso alveolar, ainda está estruturado para funcionar com os hábitos alimentares primitivos.”

“Todo o tratamento ortodôntico deve terminar com uma análise oclusal minuciosa mapeamento das zonas interferentes e o seu conseqüente desgaste.”

“Nos movimentos de lateralidade, nas dentaduras naturais, o lado de trabalho deve tocar em grupo. Não deve haver contato no lado de balanceio. Quanto maior a tensão e os movimentos para-funcionais, maior deve ser a amplitude em que se deve iluminar as interferências isoladas.”

“As cúspides dos caninos decíduos freqüentemente interferem, maleficamente, na oclusão. Pela falta de desgaste fisiológico, interferem, isoladamente, e causam desvios da mandíbula. A maxila, em alguns momentos, está com o seu crescimento transversal atrasado  em relação a mandíbula. Isso ocasiona uma atresia da arcada dentária superior e a interferência dos caninos decíduos.”
 

                1 - ÍNDIOS YANOMAMIS 

                 2 - ÍNDIOS LENGUAS 

                 3 - CRÂNIOS DE SAMBAQUIS 
 
 


DESGASTES OCLUSAIS FISIOLÓGICOS EM ÍNDIOS YANOMAMIS

Veja as imagens em tamanho maior clicando sobre elas

jovem Yanomami.
Note-se que os terceiros molares ainda não erupcionaram.
Yanomami senil.
Yanomami senil em que se observa a perfeita harmonia entre as arcadas e, por evidência, pode-se concluir que, também em harmonia com as ATMs. Os dentes tomam posição de topo-a-topo.
Yanomami senil em que a Oclusão Dinâmica
mostra os múltiplos contatos na zona de 
trabalho e ausência 
de contato na zona de 
balanceio.

DESGASTES OCLUSAIS FISIOLÓGICOS EM ÍNDIOS LENGUAS
Veja as imagens em tamanho maior clicando sobre elas

Índios Lenguas, do Chaco Paraguaio também apresentaram intenso desgaste oclusal
fisiológico devido a hipermastigação.

 DESGASTES OCLUSAIS FISIOLÓGICOS EM CRÂNIOS DE SAMBAQUI
Veja as imagens em tamanho maior clicando sobre elas

Da  mesma forma que os índios
Yanomamis e os Lenguas estes
crânios pré-Colombianos apresentam 
intenso desgaste oclusal
Oberva-se formas de arcadas
diversas. 
Desgaste oclusal sempre intenso.

 
Charge aparecida nos anos 70 - Autor desconhecido

RICKETTS e ROTH a partir de 1981 passaram a ressaltar a importância do diagnóstico ser realizado em Relação Cêntrica e a necessidade de bom relacionamento em Oclusão Dinâmica.

O Prof. João Batista, em 1993 emfatisa a necessidade de que as avaliações ortodônticas sejam de RC e não em MIH, ressaltando que entre nós, JURANDIR BARBOSA, CLEBER BIDEGAIN PEREIRA, GUILHERME JANSON e SOLANGE FANTINI têm contribuído de maneira significativa para o estudo de oclusão funcional, propugnando por um sistema de diagnose com a mandíbula na posição de relação cêntrica.

Editorial do Prof. João Baptista

Relação Cêntrica (RC) - Oclusão Cêntrica (ROC) - Máxima Intercuspidação Habitual (MIH)

JURANDI BARBOSA - Diagnóstico Ortodôntico em RC - ORTODONTIA BASE PRA INICIAÇÃO - S. INTERLANDI - 4ª Edição - Artes Médicas, 1999.

SOLANGE FANTINI

GUILHERME JANSON