Atualizado em 19/01/2003

Dr. Cléber Bidegain Pereira, C.D.
Ao comprar um scaner (*) deve-se considerar qual a utilização que se pretende dar ao scaner: copiar slides, copiar radiografias, copiar fotografias ou fazer leitura ótica de textos.
Um scaner de mesa, boa marca, ponta de linha, com adaptador para transparência pode fazer tudo isso, com muito boa qualidade.  No início havia dificuldade para configurar os bons scaners. Os técnicos não os conheciam bem. O mesmo passava-se com as Mesas Digitalizadoras. Hoje não há problema nem mistério.
Os scaners podem ser configurados para escanearem com maior ou menor qualidade ( DPI),  produzindo imagens grandes se o DPI for alto.  Este tamanho depois pode ser reduzido conforme a utilização que se destina a imagem.  Qualquer programa de manipulação de imagens pode fazer isto.

Se a intenção é copiar slides, o ideal é adquirir o Sprintscan35, fabricado pela Polaróide, ou outro similar, como o ScanMark 35 mm, que aparece na página da Microtek, clicando-se no link "scanner film". São scaners próprios para copiar slides e que só fazem isto. Sem a menor dúvida, é o melhor sistema para copiar slides. As imagens são excelentes.
Copiar slides será, por muito tempo, uma tarefa importante, pois nossos arquivos antigos devem ser transformados em imagens digitais. (**)

No entanto, nesta fase intermediária em que vivemos, em que ainda existem  máquinas fotográficas com filmes, um recurso é fazer os slides pela maneira tradicional, com as as máquinas tradicionais que temos -  e a muito boa técnica que desenvolvemos - e depois transformar em imagens digitais, com equipamentos de ponta como o Sprintscan35 ou o Sacan Mark35, .

Convém ressaltar que o mercado está invadido por máquinas fotográficas digitais, com baixo preço, menos de 200 dólares, que têm os componentes óticos pobres. Perdem de longe para as excelentes lentes que temos nas nossas máquinas do sistema antigo. As boas máquinas eletrônicas, com bom sistema ótico, somente agora estão aparecendo com preços aceitáveis a nível de usuário individual. O sistema ótico é fundamental na fotografia. Não há eletrônica que supere isto, pelo menos até o momento. É geralmente por deficiência na parte ótica do sistema que as fotografias digitais não têm boa qualidade.

Preocupa-nos, e com razão, a resolução dos equipamentos, porém, se a imagem que chega ao sistema eletrônico, pela lente, não é boa, nunca poderá melhorar com outros meios. A imagem feita pelo Dr. Carlos Rodrigues Júnior é um exemplo típico. Foi realizada a fotografia com máquina fotográfica que tem excelente sistema ótico e utilizando-se uma técnica primorosa. O slide obtido, "Imagem Dr. Carlos", foi transformado em eletrônico com o Sprintscam 35. O resultado comprova que é possível ter imagens eletrônicas excelentes, sem perder qualidade, desde que se tenham imagens obtidas com lentes da mais alta qualidade.

Veja IMAGEM DR. CARLOS 

Copiar radiografias panorâmicas, teles ou intra-orais, pode ser feito com excelente qualidade usando-se o scaner de mesa, sugerido de início, com adaptador para transparência. Este adaptador de transparência é indispensável, a única dificuldade consiste em ele custa quase o mesmo preço que o resto do scaner.

Vale o comentário de que os Serviços Radiológicos já têm os melhores meios para digitalizar as radiografias e nos mandarem as imagem em celulóide e em digital. Alguns Serviços de Radiologia já possuem equipamentos especiais, em que a telerradiografia e a panorâmica são produzidas diretamente como imagens eletrônicas,   igual ao sistema que se conhece, faz algum tempo,  para as radiografias intra-orais.

Eu copio radiografias, com minha câmera, direto do negatoscópio, porém, reconheço, sem a qualidade dos bons scaner de mesa.

Igual que para os slides, existem equipamentos especiais para copiar fotos. Eles têm suas lentes e, muito importante, iluminação própria e adequada, o que lhes possibilita melhor qualidade com maior facilidade de operação.  Estes não são scaners, é o método fotográfico.

Scaners para leitura ótica de caracteres. Todos os bons scaners de mesa podem fazer a leitura ótica de textos e possibilitar a sua manipulação, como se tivessem sido digitalizados, basta que se tenha o programa adequado para isto. Existem vários programas, que, geralmente, vem junto com o scaner, e têm a denominação geral de "OCR". Acabou-se a era de digitalizar textos no teclado. Estes programas ainda não são absolutamente perfeitos, há erros conforme a clareza do escrito que se copia e tamanho dos caracteres. Sempre é necessário revisar e corrigir o texto, tarefa muito fácil hoje em que contamos com o corretor ortográfico. Este trabalho antes era feito com o corretor ortográfico dos editores de texto. Agora os novos programas, como o OminiPage, Versão 7, vêm com seu próprio corretor ortográfico. Isso representa uma grande vantagem, visto que a maiorias dos erros, que ocorrem, são quase sempre os mesmos ( trocam o "i " pelo "l"; o "m " pelo "nr"; o " h" pelo " nr " e assim outros erros bem caracterizados - os corretores ortográficos comuns, dos editores de texto, não estão habilitados para estas correções).

Um scaner, para ser usado somente com o objetivo de leitura ótica, pode ser monocromático, sem adaptador, o que o torna bem mais econômico. É necessário, no entanto, que seja um scaner de mesa.

Scaners de mão. Esta é uma alternativa que era válida até bem pouco tempo atrás. Nos últimos tempos, os scaners de mesa estão vindo com preço tão reduzido que a única vantagem dos scaner de mão é que são portáteis. Há inclusive alguns muito pequenos, como uma "caneta", para copiar  frases  (***).
A qualidade da imagem obtida pelos scaner de mesa de baixo custo é suficiente quando trata-se de fotografias com poucas cores e suas poucas nuanças. Copiam maravilhosamente bem desenhos, logotipos e imagens em geral que tenham traços definidos e sem exuberância de cores.
O scaner de mão tem ainda o problema da limitação do tamanho. Imagens maior do que o scaner de mão podem ser copiadas fracionadas e depois juntadas com um programa especial, que vem junto com o scaner. É fácil fazer este trabalho, porém sempre há algum tipo de distorção da imagem e é um trabalho a mais.

Uma boa alternativa, que eu utilizo, é ter o scaner de mesa de baixo custo para copiar desenhos, figuras e mesmo imagens menos importantes. Sempre que há uma fotografia ou radiografia em que pretendo a melhor qualidade, utilizo as empresas prestadoras de Serviços de Informática. Se a nossa demanda é pequena, não é conveniente investir em equipamentos caros, os quais em pouco tempo são superados por outros. Preferível é usar serviços de terceiros, que, por obrigação, devem ter os periféricos mais avançados do mercado.

De uma maneira ou outra, é um caminho fantástico este que nos oferece a cópia com scaners. Sem custos de insumos, rapidamente, podemos colocar a imagem dentro do nosso computador, passando a usufruir todas as vantagens daí decorrentes. Sem dúvida, vivemos um mundo técnico maravilhoso. Lastima-se apenas que os nossos maus governos persistam, determinadamente, destruindo a nossa produção interna, principalmente a primária, a mais nobre de todas... E com isto levando, de roldão, tudo de bom do povo brasileiro, até a sua alegria, sonhos e ilusões.


(*) O nome em inglês é "scanner". Igual que outros termos modernos, em que a tradução literal não é prática, preferimos escrever Scaner. Talvez o mais certo seria escaner. É uma ideia. Eu não me atrevo a sugerir nomenclatura, acredito que a mais adequada nomenclatura é aquela que é usada correntemente. Nas revistas de Informática encontra-se scanner. Porém, para que se faça isto, teria de ser colocado entre aspas.

(**)  Ressalto que fotografias ao vivo prefiro capturar diretamente com câmeras eletrônicas, eliminando completamente as fotografias do sistema antigo. Usei por muito tempo  uma câmara JVC, com sinal RGB e Placa Targa. Porém este sistema já está ultrapassado, uso uma câmara digital. Atualmente existem grande quantidade de excelentes máquinas digitais, que produzem maravilhosas e têm um preço razoável.
 

(***) Há inúmeros pequenos scaners, inclusive alguns que copiam palavras e faz a sua tradução do inglês para o português, e vice-versa.

         CAPTURA DE IMAGENS ELETRÔNICAS
 

         Maiores informações sobre scanners próprios para slides 
 
 

        Scaner para transparência - Slides e Radiografias
 

     Um adpatador de transparência brasileiro, com bom preço 

        Escaneando Slides - Experiência pessoal - copiado da Internet



 

Algumas imagens feitas com diferentes scaners para que se possa ter uma avaliação mais objetiva.

              Imagens com scaners de mão - Somente os muito pequenos 
 

              Imagens com scaners de mesa HP
 

              Imagens com scaners de mesa ARTEC 

             Imagens profissionais